Sarampo: Morreu adolescente de 17 anos

Morreu na madrugada desta quarta-feira a adolescente de 17 anos que se encontrava internada com sarampo no Hospital Dona Estefânia. A jovem fazia parte de um grupo de seis doentes contaminados.

“É uma situação trágica e irreparável. Para nós enfermeiros também é. Na vacinação, o papel dos enfermeiros faz a diferença porque os pais, muitas vezes, mostram dúvidas que são legítimas e tem de ser os enfermeiros a esclarece-las sempre com fontes fidedignas. As pessoas devem procurar todos os esclarecimentos junto dos enfermeiros dos seus Centros de Saúde porque as vacinas e os enfermeiros salvam vidas”, defende a Bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco.

Segundo a Direcção-Geral de Saúde (DGS), desde Janeiro já foram notificados 23 casos de sarampo em Portugal. Dos casos notificados, 11 foram confirmados pelo Instituto Ricardo Jorge, enquanto os outros 12 estão em fase de investigação.

O primeiro caso de sarampo detectado este ano ocorreu numa criança de 13 meses, não vacinada, que acabou por infectar cinco funcionárias do hospital, incluindo enfermeiros.

Apesar da doença estar controlada em Portugal há vários anos, a DGS recomenda a vacinação imediata das crianças, podendo assim a doença ser evitada.

Start typing and press Enter to search